Tratamento de temas interessantes de uma forma desinteressante. Abordagem inconsequente acerca da consequência das coisas. Tudo será devidamente tratado, mas sem qualquer resolução. Os leigos também têm direito a opinião...

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

O branqueamento da escuridao

O nacional porreirismo continua em grande.

Reparem em 2 casos recentes. Madeira e Oeiras.

O buraco da Madeira quando devidamente inspeccionado vai levar a umas contas "off shore".

As contas "off shore" do Isaltino quando devidamente verificadas, vão levar ao buraco de Oeiras.

O "povão" diz em ambos os casos: "o homem tem obra feita".

Se eu pedir um empréstimo avultado avalizado por alguém credível...construo uma bela casa à beira mar plantada, uma bela piscina oceânica, um Ferrari "Testa Rossa" na garagem, etc, etc.

Depois não pago nada a ninguém. Mando os credores irem ter com o avalista...

O que sou, meus amigos?

O problema é que isto não ficará por aqui.

Vamos ver quantos mais irão aparecer com "obra feita" por esse país fora... Municípios em "default", empresas que vão à falência por dividas do Estado, etc. Não há perda de mandatos, não imputação de responsabilidade criminal...temos os políticos que merecemos.

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

O sonho

Um episódio contado pela minha mulher, quando o meu filho mais novo tinha 7 anos.

Apresentação na escola do meu filho para o novo ano lectivo.

As crianças tinham de construir um mural.

Para isso tinham de pintar umas mãos em conjunto com as mães. Por baixo das mãos teriam de escrever algo a partir do mote: "mãos pequenas, sonhos grandes".

Cada criança tinha de escrever o seu sonho sob as mãos.

Havia crianças que sonhavam serem jogadores de futebol, cientistas, médicos, professores, enfermeiras, outros queriam ter muito sucesso, serem grandes, ter muitos brinquedos e jogos para a PlayStation, etc.


O meu filho Nuno escreveu:

"Gostava de não ser diabético"

Paradoxos

A língua portuguesa é absolutamente fascinante, reparem:

Podemos afirmar

"sendo assim..." ou "assim sendo..."

Mas não podemos declarar da mesma forma

"posto isto..." ou "isto posto..."

A expressão "tudo junto" escreve-se em separado

Mas a expressão "separado" escreve-se tudo junto

Palavras homófonas quando misturadas com o latim, dão nisto:

Agnus Dei...O cordeiro de Deus

Annus Dei.....O ano do Senhor

Anus dei.....no sentido literal da expressão

Como podem reparar temos uma língua muito perigosa.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Lógico

Em conversa com o meu filho Nuno ( 8 anos )

- Pai, quem anda de bicicleta chama-se biciclista ?

- Não filho, chama-se ciclista!

- Então...porquê ?

Quem me pode ajudar a explicar-lhe isto?

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Madeira, o membro 193 da ONU

Penso ter chegado a hora correcta para a independência da ilha da Madeira.

Vistas as coisas já possui Governo, Parlamento, Constituição, políticos e estadistas de alto gabarito. A nível político e administrativo esta resolvido.

Possui receitas próprias e ate uma divida própria. A nível económico esta resolvido.

Temos um diferendo desportivo por tratar: Cristiano Ronaldo.

Bem...ele que opte. Se decidir ser madeirense não tem problema, se virmos os jogos que tem feito pela selecção...

Caro Alberto João, já pode emitir divida soberana própria.
Podem inscrever-se como membros da Organização dos Países Africanos.
Portugal sera o primeiro pais a reconhecer o novo estado.

P.S. Depois muita atenção aos exportadores nacionais, nada de vender fiado...Aquilo é gente expansiva nas encomendas e muito poupada nos pagamentos...

Primeiro post

Caro leitor,

Com este blog espero sinceramente ter a tranquilidade necessária para expurgar o que de desnecessário paira no meu emaranhado cérebro.

Nesta atitude de limpeza conto conseguir fazer um reset básico para poder manter as funções mínimas da mente.

Sempre que a paciência do leitor entender estar esgotada a condição mais ínfima para aguentar o olhar, por favor, suspenda a leitura e não volte porque a coisa só vai piorar.

Sejamos justos. Tudo aquilo que por aqui for vertido nunca poderá constituir mensagem passível de qualquer analise.

Caro leitor, não deixe que a sua paciência abuse de si...há limites para tudo!

Rui Mota