Tratamento de temas interessantes de uma forma desinteressante. Abordagem inconsequente acerca da consequência das coisas. Tudo será devidamente tratado, mas sem qualquer resolução. Os leigos também têm direito a opinião...

sexta-feira, 14 de outubro de 2011

Ver-se grego

Sobre a expressão «ver-se grego», corresponde a ter muita dificuldade em resolver qualquer problema ou situação, escreveu Vasco Botelho de Amaral, em Mistérios e Maravilhas da Língua Portuguesa (Livraria Simões Lopes, Porto, 1950).

Como é premonitória a sabedoria popular. Esta expressão utiliza-se há séculos.

Nunca o seu sentido foi tão literal e tão real.

A partir de agora é que os portugueses "se vão ver gregos".

Até aqui tudo o que se passava na Grécia era longínquo, quase irreal.

Tudo mudou. Neste momento fazemos parte da tragédia e temos o papel principal.

Quando em conversas de café reflectíamos sobre o estado do nosso Estado dávamos um sentido cómico ás historias que conhecíamos.

Percebemos agora que a comédia se tornou trágica.

...E dou por mim a pensar:

Será que os Gregos agora se vêem Portugueses ?
Enviar um comentário