Tratamento de temas interessantes de uma forma desinteressante. Abordagem inconsequente acerca da consequência das coisas. Tudo será devidamente tratado, mas sem qualquer resolução. Os leigos também têm direito a opinião...

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Frente fria

Azul celeste e limpido
Claridade fria que nos gela
Futuro opaco que não se vê
Se seremos nós que não outros
Vivendo tristes desde agora
Cerramos as portas por dentro
Fechamos em nós o medo.

O fogo dentro queima
Nós aqui nos quedamos
Por fora o frio gela
Onde pára a beleza de tudo?
De sobra nos falta vida
Eterno eco do passado
Esperando viver um dia.

Frente fria que no vento sopra
Gelo no vidro
Bafo quente que vem do peito
Condensa vapor no vitral
E o liquido escorre em agua
Cristalina e indiferente
Chove dentro e fora de nós.

(Pensando na próxima geração, a dos meus filhos...)
Enviar um comentário