Tratamento de temas interessantes de uma forma desinteressante. Abordagem inconsequente acerca da consequência das coisas. Tudo será devidamente tratado, mas sem qualquer resolução. Os leigos também têm direito a opinião...

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

Roswell

Segundo o relato de um ex-agente da CIA, existe um cofre em Langley, na Virginia, que contém as informações necessárias ao esclarecimento do Caso Rosewell.

Em Julho de 2012 Chase Brandon afirmou ao The Huffington Post:

“Eu vi uma caixa que continha fotografias e informações que provam que o OVNI em Roswell era real. Estava numa área abobadada – havia uma caixa que realmente me chamou a atenção. Tinha escrita uma palavra sobre ela: ROSWELL. Remexi nela, coloquei a caixa na prateleira e disse: “Meu Deus, o resgate do OVNI acidentado realmente aconteceu.” Não foi um balão meteorológico – que foi a desculpa dada às pessoas quando o incidente foi relatado pela primeira vez. Não vou revelar tudo o que vi, mas posso afirmar que deixei de ter dúvidas acerca do Caso Roswell.”

Quando em 8 de Julho de 1947, ocorreu um incidente estranho junto à base aérea de Roswell, no estado do Novo México, as autoridades divulgaram um comunicado à imprensa com o seguinte texto:

“Os muitos rumores sobre um disco voador tornaram-se verdadeiros ontem, quando o oficial de dia do 509º Grupo de Bombardeiros da Força Aérea Americana, com base em Roswell, se apoderou de um disco não identificado.”

No entanto 24 horas depois, o discurso oficial é alterado. Os militares afirmaram que afinal o objeto encontrado se tratava de um balão meteorológico que havia caído num rancho próximo da base. Desta forma o incidente foi abafado por algum tempo.

Em 1950 um agente do FBI, Guy Hottel escreve um memorando em que faz referencia a ter recebido informações de que na realidade, em Roswell foi encontrado o disco voador de forma circular, com cerca de 50 metros de diâmetro. Os corpos alienígenas tinham olhos grandes e eram pequenos, cerca de 95 cm de altura. Os seres estariam vestidos com fatos metálicos muito finos, semelhantes aos usados por pilotos de automóveis de alta velocidade, na altura.

O tenente Walter Haut foi o primeiro-oficial de relações públicas na base em 1947 a ter contacto com o caso e foi o homem que emitiu a nota de imprensa original após o acidente.

Haut morreu em Dezembro de 2005, mas teria deixado um depoimento juramentado para ser aberto após a sua morte. Nesse documento Walter Haut confirma os acontecimentos e descreve a nave e os corpos alienígenas.

O caso contínua por ser confirmado oficialmente, mas a cidade de Roswell agradece que se mantenha o mistério. Este acontecimento é a sua principal fonte de receitas via turismo.
Enviar um comentário